Google redireciona a busca por expressões suicidas

O Google tem tomado uma atitude diferente ao perceber que determinada busca aparentemente tem por objetivo o suicídio.

O mecanismo agora passa a detectar exemplos de expressões como “quero me matar” e “formas de cometer suicídio”.

Nessas situações, imediatamente a ferramenta de busca exibe, antes de qualquer resultado, o contato do Centro de Valorização da Vida, organização que há mais de 50 anos oferece atendimento gratuito a quem precisa de apoio emocional.

O contato poder ser feito por chat online, telefone ou e-mail.

Por ano, o CVV atende cerca de 1 milhão de pessoas no País.

A maioria procura auxílio por telefone, mas tem crescido a participação de meios online no apoio prestado.

Não podemos ignorar que, a cada 45 minutos, um brasileiro comete suicídio. Quem pensa nisso costuma dar sinais diretos ou indiretos, como manifestar tristeza constante ou sentimentos de insatisfação. E é aí que entramos com a prevenção. – Carlos Correia, voluntário do CVV

Segundo estimativa da OMS, 90% dos casos de suicídio podem ser prevenidos com auxílio voluntário ou profissional.

 


Gostou deste artigo?

+ Leia mais: Usuários do Facebook agora podem ajudar suicidas em potencial

+ Leia mais: Por que odiamos tanto a segunda-feira?

+ Curta nossa página no Facebook